Quais os tipos de recrutamento feito pelas empresas?

 

As empresas sentiram a necessidade de ser mais seletivos nas escolhas de seus funcionários e como tempo é dinheiro, a escolha precisa ser cada vez mais assertiva.  Com isso fez-se necessário desenvolver maneiras práticas e objetivas para selecionar as pessoas certas para cada função.

O gestor desta função na empresa tem uma dos papeis mais importantes, pois ele representa o início da relação entre o candidato, novo contratado e seu novo ambiente de trabalho. E também, levando em consideração a importância do capital humano para os resultados do negócio, uma boa contratação pode garantir crescimento para empresa.

Agora vamos mostrar como funciona esta seleção:

 

Por indicação

O QI (“quem indica”) é muito comum e tem vantagens e desvantagens. Esta maneira de escolher, não é considerada uma das mais justas., por ter sido aplicada de maneira incorreta. A pessoa que indicou, muitas vezes torna-se um tipo de mentor, responsável por parte das ações

Historicamente, o conhecido recrutamento por QI (“quem indica”) é muito malvisto por ter sido sempre aplicado de forma incorreta. Ao desenvolver um programa de recrutamento por indicação no qual o colaborador que indicou o novo profissional se torna um mentor, responsável por parte das suas ações, há uma considerável melhoria no processo como um todo. Isso se dá, porque seus colaboradores terão o cuidado de sugerir profissionais realmente bons. Por outro lado, o receio de recomendar alguém que não será bom profissional pode fazer com que os colaboradores prefiram nem fazer as indicações.

Vantagens

Quando realizado de acordo com as competências exigidas ao cargo, ou seja, quando a indicação se dá por capacidade e, não, por afinidade, pode gerar maior sucesso na contratação. Além disso, diminui gastos com tempo e recursos.

Desvantagens

Se o processo for baseado em opiniões pessoais e vínculos, ele tende a gerar uma imagem negativa em relação à ética de trabalho, podendo refletir em um clima de injustiça, com possíveis boicotes.

 

Interno

Entre os tipos de recrutamento, esse é o mais vantajoso, pois há uma economia na formação do novo colaborador, visto que ele já está entrosado e por dentro da cultura organizacional da empresa. O recrutamento interno é realizado entre profissionais que já prestam serviço para a empresa. Trata-se de uma forma de possibilitar ao colaborador uma mudança de setor em busca de novos desafios e aprendizados. No entanto, esse processo de recrutamento deve demandar mais atenção e cuidado na sua realização. Isso porque, vários colaboradores podem se interessar pela vaga aberta e uma situação delicada pode se instalar quando a seleção for concluída e um profissional tiver sido escolhido em detrimento de outro.

Vantagens

Entre os benefícios podemos citar a maior adaptação à cultura da empresa, geração de oportunidades no ambiente interno organizacional, motivando colaboradores. Além disso, é um processo que não demanda muito gasto, pois o candidato já é membro da empresa e tende a ser finalizado mais rápido do que o recrutamento externo.

Desvantagens

Não traz renovação intelectual e cultural na empresa, pode até mesmo trazer certo grau de rivalidade entre os colaboradores que não participaram e os candidatos, além, é claro, de a escolha poder ser questionada pelos demais participantes.

 

Externo

Esse tipo de recrutamento é interessante por trazer novas ideias à equipe. Geralmente, os novos profissionais — ainda não conhecedores dos vícios da cultura organizacional — chegam cheios de gás, oxigenando o ambiente e trazendo novas perspectivas à empresa.

Infelizmente, esse é um dos tipos de recrutamento mais lentos, pois demanda realização de testes, dinâmicas e entrevistas que buscam conhecer o candidato e escolher o profissional mais pertinente à vaga. Outro ponto que merece atenção é a hierarquia a qual a vaga se refere.

Em casos de cargos de liderança, há que se ter um cuidado maior para que o novo profissional não passe de solução para problema, criando uma rejeição na equipe que assumirá.

Vantagens

No recrutamento externo, há uma maior expectativa em relação ao contratado, uma vez que a chegada de um novo membro à equipe pode trazer uma renovação positiva. Os ganhos em capital intelectual com a entrada de um novo talento trazem inovação e abrem espaço para novas possibilidades.

Desvantagens

Como foi dito, existe a necessidade de um maior investimento, tanto de tempo quanto de recursos, requer um período de integração mais longo e se trata sempre de um elemento surpresa na equipe, deixando dúvidas em relação ao seu efeito nos resultados futuros.

 

Misto

O processo misto nada mais é do que a junção do recrutamento interno com o externo. Talvez seja o tipo de seleção mais bem-visto, pois além de trazer novas ideias para a empresa, não exclui os colaboradores das novas oportunidades.

Ele pode ocorrer de duas formas: concorrência em pé de igualdade, quando candidatos externos e internos disputam a mesma vaga, ou por um processo com cotas. Nesse caso, as novas oportunidades são direcionadas aos colaboradores e outra parte a novos profissionais.

Vantagens

Abre espaço para possibilidades mais variadas, criando oportunidade para dois públicos distintos. Diante disso, gera uma busca maior por uma ótima performance, além de criar um clima de competição saudável, em que se busca superar limites e sair da zona de conforto.

Desvantagens

O ponto negativo do recrutamento misto é a dificuldade de encontrar o equilíbrio para que tanto os concorrentes internos quanto externos tenham as mesmas chances de conquistar a oportunidade. Naturalmente, candidatos externos tendem a acreditar que estão em desvantagem, porém, é preciso desconstruir esse receio e direcionar o processo para a capacitação dos candidatos.

Recrutamento é um conjunto de técnicas e procedimentos que visa atrair candidatos potencialmente qualificados e capazes de ocupar cargos dentro da organização. Recrutar o maior número de pessoas torna o processo rico. Idalberto Chiavenato, 2004.

De acordo com a definição de um dos principais teóricos do ramo, o contato com mais pessoas torna o processo mais rico.